Tendências no mercado de seguros
Carlos Martins
Diretor Geral Sul
Pelas razões amplamente conhecidas, a nível global, a inflação está a ultrapassar, de forma continuada, máximos dos últimos 30 anos, suscitando problemas aos mais diversos setores de atividade e com previsibilidade de manutenção da tendência para o incremento dos custos dos seguros. Será nesta conjuntura, em que o aumento da frequência e severidade das catástrofes […]

Pelas razões amplamente conhecidas, a nível global, a inflação está a ultrapassar, de forma continuada, máximos dos últimos 30 anos, suscitando problemas aos mais diversos setores de atividade e com previsibilidade de manutenção da tendência para o incremento dos custos dos seguros.

Será nesta conjuntura, em que o aumento da frequência e severidade das catástrofes naturais e dos eventos climáticos extremos se sucedem, que ainda assim os consumidores deverão reforçar a sua proteção, procurando alargar a transferência deste tipo de riscos para o mercado segurador e assegurar que disporão das melhores soluções de seguros para proteger pessoas e bens, de modo a ultrapassar da melhor forma possível eventuais momentos de maior adversidade.

Também as questões associadas ao envelhecimento da população, vão exigir o desenvolvimento e lançamento de novos produtos cada vez mais baseados na convergência entre a saúde e o bem-estar, por forma a garantir uma vida ativa mais saudável e contribuir assim para a prevenção e redução de riscos.

Naquilo que diz respeito aos contactos e à experiência de utilização, a realidade é que nos últimos anos a sociedade tornou-se muito mais digital e por consequência disso aumentou de forma muito significativa o número de pessoas que se sentem cada vez mais confortáveis com o recurso ao uso da tecnologia nos mais variados momentos da sua vida.

Neste contexto, em que existe igualmente uma acrescida capacidade de análise da informação gerada no processo global de digitalização da economia, o futuro dos seguros vai ter que integrar cada vez mais os canais digitais e assistiremos a um aceleramento substancial do processo de desenvolvimento e lançamento de novas ofertas de seguros, soluções que serão cada vez mais definidas em função das necessidades de determinado segmento de mercado e ajustadas ao perfil de utilização e comportamento específico de cada Consumidor.

Na área dos seguros, estamos perante desafios em larga escala, que exigem o recurso a muita agilidade e experiência para podermos prestar um serviço de excelência, independentemente do canal que, a cada momento, os consumidores escolhem para nos abordar, porque só assim estaremos em condições de continuar a contribuir ativamente para o reforço da proteção dos nossos Clientes em todos os domínios do seu quotidiano.


Vamos proteger o futuro juntos?