SABSEG consciente: a promoção da responsabilidade social e ambiental nas instituições
Madalena Nobre
Marketing SABSEG
Nos dias 17 e 20 de agosto os embaixadores do Agarra-te, Tomás Nunes (Surf) e Maria Salgado (Surf e Skate), juntaram-se à AIPAR no âmbito do Projeto Pegada Triangular e à Associação “Projecto Crescer”, respetivamente. Foram dois dias onde os nossos embaixadores alertaram, os jovens destas instituições, para a urgência de cuidarmos do ambiente, dos […]

Nos dias 17 e 20 de agosto os embaixadores do Agarra-te, Tomás Nunes (Surf) e Maria Salgado (Surf e Skate), juntaram-se à AIPAR no âmbito do Projeto Pegada Triangular e à Associação “Projecto Crescer”, respetivamente.

Foram dois dias onde os nossos embaixadores alertaram, os jovens destas instituições, para a urgência de cuidarmos do ambiente, dos oceanos, das nossas praias e, como tal, tiveram a oportunidade de dar o seu contributo, ajudando na recolha do lixo e limpeza das mesmas.

No dia 17, o local escolhido pelo nosso embaixador foi a praia da Galé, em Albufeira. Sendo natural desta cidade, o Tomás, tem uma grande ligação com a mesma e achou que não haveria melhor local para realizar as atividades, do que este.

Para além da atividade da limpeza da praia, neste dia, os jovens da AIPAR juntamente com o projeto Pegada Triangular, que apoia jovens refugiados, tiveram também a oportunidade de realizar uma aula de surf, monitorizada pelo Tomás.

“Para mim dar uma aula de surf é incrível, pois o surf é aquilo que eu mais gosto de fazer e poder compartilhar essa paixão com outras pessoas ou crianças, neste caso, que estão a tirar proveito disso é incrível”.

Já Maria Nunes (AIPAR), quanto à questão da limpeza da praia e importância de alertar os jovens para esta questão, ressalvou que,

“…esta oportunidade de estarmos com o projeto agarra-te, promovido pela SABSEG é fundamental, porque, além de congregarmos todos os esforços para um objetivo comum, quer sensibilização ambiental e a educação das nossas crianças, também estamos a fomentar a cooperação, que é essencial para as instituições.”

O segundo local escolhido para ação de dia 20, pela Maria, foi a Praia da Física em Santa Cruz, sendo a cidade onde a mesma vive e onde começou a surfar.

Desde pequena, que a Maria faz voluntariado e depois de alguns anos a viver em Sintra criou uma ligação com o “Projecto Crescer”, que apoia crianças com várias problemáticas, entre elas de integração social, desta zona. Assim, esta foi a associação que a mesma escolheu para realizar as atividades.

Tal como o Tomás, a Maria explicou a estes jovens a importância de cuidarmos das nossas praias, não só para o meio ambiente, como para nós. Para além disto, partilhou ainda, um pouco do seu percurso como atleta tentando demonstrar que com esforço, foco e dedicação, as oportunidades surgem e conseguimos chegar onde queremos.

Mostrou também que nem tudo no surf é fácil e nem sempre podemos entrar no mar, pois as condições não nos permitem. Uma das regras no surf é precisamente respeitarmos o mar e a sua natureza, algo de nos transcende e foi o que fizemos, pois neste dia as condições para entrar no mar não eram favoráveis.

Procurar soluções para um problema é outra das características que a Maria provou que conseguia exercer e a aula de surf foi substituída por uma aula de skate.

No final, a aula de skate foi um sucesso, as crianças ficaram muito entusiasmadas,

“quando disse aos miúdos que afinal não havia aula de surf, porque o mar não estava em condições para isso mas que ia haver uma aula de skate, houve um conjunto de gritos de entusiamo”.

Desta forma, a SABSEG cumpre o seu compromisso de melhorar o futuro desta geração, tentando integrar atividades divertidas e paralelamente educativa.