Saiba como manter as suas articulações mais fortes e saudáveis.
Raquel Antunes
Personal Trainer
No artigo de hoje trago-lhe alguns exemplos de como manter as suas articulações mais fortes e saudáveis, o que será extremamente importante para a prevenção de lesões e para a saúde e qualidade dos seus movimentos ao longo da vida. Chama-se de articulação à área de junção entre dois (ou até mais) ossos e que […]

No artigo de hoje trago-lhe alguns exemplos de como manter as suas articulações mais fortes e saudáveis, o que será extremamente importante para a prevenção de lesões e para a saúde e qualidade dos seus movimentos ao longo da vida.

Chama-se de articulação à área de junção entre dois (ou até mais) ossos e que permite que haja movimento no nosso esqueleto. Quando as nossas articulações são usadas (durante os movimentos não só relacionados com treino mas também no nosso dia-a-dia) é libertado um líquido lubrificante chamado de líquido sinovial, que permite que haja um movimento suave, evitando desgaste e atrito excessivos.

Mas será possível utilizarmos o exercício físico a favor das nossas articulações, fortalecendo-as e tornando-as mais saudáveis? CLARO QUE SIM!

  • Através da musculação ou treino resistido, que proporcionará um aumento de força e por sua vez contribuirá para uma melhor estabilidade articular (sabia que algumas das nossas articulações – como é o caso dos joelhos – têm uma maior necessidade de estabilidade em comparação a outras, como tornozelo e anca, que têm uma maior necessidade de mobilidade?). Aqui será também interessante que a escolha dos exercícios seja ‘funcional’ dentro das necessidades e objetivos pretendidos.
  • Treino de mobilidade e flexibilidade. Treinar estas qualidades trará benefícios a longo prazo, sendo que, à medida que vamos envelhecendo as vamos gradualmente perdendo. Pode incluir o treino de mobilidade antes ou depois do treino principal, como parte do aquecimento ou retorno à calma, desde que opte por exercícios dinâmicos.
  • Treino proprioceptivo. É um tipo de treino cujos exercícios visam um trabalho que envolve algum tipo de equilíbrio e estabilidade, seja de forma estática ou dinâmica. Exercícios de propriocepção podem ser feitos com ou sem recurso a material e podem/devem ser adptados ao nível de condição física do praticante. É também um tipo de treino amplamente utilizado em fisioterapia, na recuperação de lesões.

Curiosidade: caminhar ou fazer exercício na areia solta pode também ser uma boa forma de trabalhar e estimular a sua propriocepção!

Bons treinos!

Fontes:

Duarte V, dos Santos M, Rodrigues K, Arêas G, Borges G. Exercícios físicos e osteoartrose: uma revisão sistemática. Exercise and osteoarthrosis: a systematic review. Fisioterapia Mov. 2013.

Albino I, Freitas C, Teixeira A, Gonçalves A, dos Santos A, Bós A. Influência do treinamento de força muscular e de flexibilidade articular sobre o equilíbrio corporal em idosas. Influence of strength training and flexibility on body balance in elderly. Rev. bras. geriatr. gerontol. 15 2012.

Etty Griffin, Letha Y. Neuromuscular Training and Injury Prevention in Sports. Clinical Orthopaedics and Related Research: April 2003 – Volume 409 – Issue – p 53-60. doi: 10.1097/01.blo.0000057788.10364.aa


Coloque a sua saúde em primeiro lugar connosco!